Páginas

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

1º Dia Na Escola

Gente passando aqui rapidinho, morta de vergonha por ñ ter postado nada do 2º aninho da princesa, mais volto já, só pra deixar documentado o tão esperado, temeroso, e aguardado 1º dia de aula da minha princesinha, talvez mais angustiante e temeroso por mim do que por ela, rsrsrs, depois que uma verdadeira jornada escolar em busca do melhor cantinho para nossa princesa, enfim chegou o dia...
Quase não dormir, me deu tudo que não presta, mais enfim , levantei cedo, preparei o lanchinho dela, (ai que emoção), e lá fomos nós eu e o papai começar a maratona, acordar, tomar café, arrumar , tirar foto, e pra variar chegamos em cima da hora rsrsrs. Mais ela foi toda feliz, tirou ótimas fotos, passamos a semana treinando a "deixada" lá, e optamos por dizer que precisávamos trabalhar, e assim ela se conformou numa boa, como uma menina muito precose que é, ela sabe que quem trabalha , volta pra casa depois, então assim foi, chegamos, entramos com ela, e ela logo pregunto pela Tia Paloma, ( na semana seguinte fomos entregar os materiais e elas se conheceram), porém atracou no meu pescoço, entramos na sala, e então ela viu todos os coleguinhas brincando, nas mesinha e cadeirinha do tamanho dela, e logo me soltou e foi pra lá, saímos de fininho e o coração ficou do tamanho de uma ervilha, dava 12hs e não dava 09 hs, essa semana vai ser até 09 hs, ficamos na espera e eu de 5 em 5 minutos e vendo os ponteiros se arrastarem, 8:59hs, chegamos para pega-la, e lá estava ela, sentadinha vendo o Dvd da Xuxa com os coleguinhas, de chupeta na boca, já achei estranho, de cara pensei, chorou, porém não vi olhinhos vermelhos, deduzi que foi coisa rápida, até pelo tempo que deixamos ela lá, nem duas horas havia se passado, interessante como as mães tem esse poder, de criar cena exatamente do jeito que ela imagina ter acontecido, ou já prevendo o que pode acontecer.
Mal peguei ela e já perguntei a professora como foi, se chorou, se comeu, enfim as mães não vão me recriminar rsrsrsrs, e a professora me disse que só uma choromingada, porque viu a colega chorando também, mais ela veio me surpreender como eu já imaginava, ela de cara perguntou a professoa se eu e o pai tínhamos ido trabalhar, (santa conversa da semana) , e eu claro, também tinha dito a profª, que caso ela perguntasse, podia dizer o combinado, e assim foi, ela disse que sim que tinhamos ido , mais iríamos vir pegar ela logo logo, então logo esqueceu o chorinho, e foi como se nada tivesse acontecido, me mata de orgulho essa minha lindona, mais confesso que nada do que me disseram foi exagero, hoje pude comprovar, que dó de deixar ela ali, e se ela achasse que tínhamos abandonado elas? , e se começasse a chorar sem parar , sabendo eu como é difícil consola-la?, enfim muitosssssssssssss E Se ? , mais graças a Deus ocorreu tudo bem, ferida só eu mesmo...
Ela chegou contando que tinha muuuuuuuuuitos coleguinhas, porém são 8 apenas (alívio), que dividiu a comidinha dela com Gabriel, ela não meu muito, mais quando chegou em casa devorou tudo, no almoço comeu duas vezes, será os efeitos da queima de energia? . Estou aqui torcendo para que amanhã seja tudo tranquilo também, no mais , a lição do dia é: Nada é tão seu que um dia não venha a querer ser dividido...
OBS: A escolinha foi aonde eu também fui por bastante tempo alfabetizada, tem até minha fotinha lá no quadro da 1ª turma a se formar lá ...

Merciana Amorim


Momentos Registrados :








quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Das Coisas Que Eu "Abominava" ...

****Pausa
Voltei tão contente pelos últimos acontecimentos, devido também ao nosso cantinho aqui, que resolvi postar, pois é justo ele que anda meio esquecidinho tadinho, porém me rendeu uma surpresa ótima da Baby.com , e um contato da comunidade do facebook: Mãe na Direção.

****Despausa
Pois bem, antes de ser mãe, agente (pelo menos eu) , tinha como total "recriminação" certos tipos de comportamentos infantis, entre eles por exemplo:
-  Fazer cena
- Ciscar no chão
- Arengar com o amiguinho
- Comer o que quiser e na hora que quiser
- Não entender definitivamente o que significa "NÃO" e fazer exatamente o oposto
- Bater na Mãe por birra
- Dizer nome "feio"
- Etc, etc e etc...

Enfim, lembro-me com clareza que eu sempre que via alguma cena "relacionada" eu pensava comigo mesma:  Isso só acontece por culpa dos pais, educação, mal criação e assim vai ...
E eis que veio , num vou dizer que o cuspe na cara, pra não mal-comparar, mais veio ela ao longo dos seus pouco mais de 80cm , para "quebrar minha cara", e mudar todos os meus pre-conceitos de verdade, não vou dizer que ela siga a regra tudo acima citado, mais muitas das coisas sim.
Definitivamente ela faz questão de não entender o famoso e necessário "Não", uma luta diária para ela compreender quando precisamos usá-lo para o ser próprio bem, chegando eu as vezes , deixar que ela de fato comprove o que está realmente querendo, uma quedinha de leve , sentir chão quente , e por aí vai, claro , nada de alto risco.
Ela tem uma mão realmente pesada, portanto qualquer brincadeirinha , é sinal de pancada , e quando ela quer usar nessa intenção mesmo, aí sim , é força de verdade, fico transtornada quando ela faz isso, porque sim , ela me encara de frente e levanta a mão , as vezes revido, sei que ñ deveria, ameaço de castigo e tudo mais , para tentar fazer ela saber que EU quem devo comandar ela e não vice-versa.
Ela ama ama, porém quando odeia , sai de baixo , ela brinca com outras crianças numa boa, é super sociável , com comida divide tudo num instante, porém quando vai para brinquedos o "È MEU" reina como nunca, e isso está sendo uma barra por aqui, quando contrariada ela simplesmente sai de baixo, abre o berreiro geraaal, a Km de distância pode se ouvir seus berros, eu as vezes aguento , deixo ela chorar atééé cansar, (quando ñ há motivos para nada) porém o cansar dela é difícil de chegar , uma guerra travada.
Mais claro, ela não é uma monstrinha, rsrsrs, porém não tapo o sol com a peneira para que ela pareça ser a criança perfeita-modelo, nem de longe, sei que têm muito de nossa culpa, mais também aprendi que tem coisas dela que é "DELA" mesmo, não adianta , é da personalidade, e nós temos que aprender a lidar com isso, se temos que ceder muitas vezes, que assim seja, eu é que não vou ficar dando murro em ponta de faca, para querer ser a Mãe-Modelo, a que segue perfeitamente os conselhos das super-sábias Super Nany da vida, eu aprendo todos os dias com ela, as suas "TPMS" e sua horas de amor-eterno, e assim vamos vivendo, na alegria e na tristeza, nas risadas e no chororô.
Eu a amo a cada dia que passa, ela é mega carinhosa e sabe como me ganhar como ninguém, quando diz que ama já viu , 10x0 para ela rsrs, já sabe dizer tudo o que sente, faaaaaaala feito uma tagarela, conta até 10 sozinha, sabe nome de todo mundo, diz onde dói, o que é bonito e o que é feio, do desenvolvimento dela é assunto para outro post ...

Bjocas , Merciana Amorim.


quinta-feira, 20 de setembro de 2012

1º Xixi No Troninho Agente Nunca Esquece



Ai gente tão contente e orgulhosa com a novidade de hoje, sei e reconheço que nosso cantinho aqui tá meio abandonado, mais prometo que vou retomar com todo amor e dedicação que ele merece, tanta novidade tem para contar, e a Leninha está na fase que todo dia aparece uma , mais a de hoje para não deixar passar em branco foi o xixi no troninho pela primeira vez, fiquei morta de feliz e de orgulho, porque na verdade acho que já até passou do tempo,(culpa reinando) porém como eu trabalhava (desculpa esfarrapada), ficava complicado de fazer essa persistência, pois é, essa é uma outra novidade, eu não trabalho mais, larguei tudo pro alto, e voltei a dedicação exclusiva e alguns projetos pessoais, (assunto pra outro post ).
Então para não se estender e fugir do assunto, foi isso mesmo que aconteceu, eu comecei devagarsinho levando o troninho para o banheiro, e deixando ela sentar , mesmo de fraldinha, e sempre que eu ia tomar banho com ela, eu fazia o meu xixi, e deixava ela sentar no troninho dela para fazer o dela, e sempre explicando que ali, era o cantinho do xixi dela, mais nada dela fazer, eis que hoje já sem nenhuma expectativa, lá foi ela , ficou sentadinha , e enquanto brincava um pouquinho com o papai, quando ela levantou tava lá, bem pouquinho, mais tava , quando eu vi, fiquei tãooooooo contente, gritei , bati palma e cantamos parabéns , eu e o papai dela, e ela toda contente também.
Depois fiquei analisando se não tinha sido só devido as gargalhadas que tinha dado com o papai, só que saímos , fomos passear, e na volta, na hora do banho para dormir , lá foi ela de novo e eu repetindo, que a nenêm ia fazer xixi no cantinho dela , ebaaaa, eis que ela fez aquela carinha, então percebi logo, que ela tava fazendo de novo, quando ela levantou , tinha um montãooooooooo de xixi, fizemos maior farra de novo, agora é torcer para que o "nosso" desfralde , de fato, começe para valer, o planeta agradece e o bolso mais ainda, rsrsrs, voltando em breve com as novidades, (fico devendo as fotinhas)...

Bjocas cheios de saudades !!!!!!!!!! Merciana Amorim !!!

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Uma Década ...




E a 10 anos tudo começava,era dia 27\07\2002 e mesmo depois de muitos momentos , o que fez valer todos os dias foi o que prometemos uma ao outro: na alegria, na tristeza, na saúde , na doença, por todos os dias de nossas vidas...
Foram muitos momentos de alegrias, e a cada dia que se passa, ganho mais certeza que o que vale a pena, é vivermos cada dia como se fosse o último, te agradeço por todos os momentos vividos, não só felizes, pq com esses é fácil de lidar, mais os momentos difíceis e sofridos, pq é aí que temos a certeza do quanto o outro é importante, e vc foi importante demais para mim durante todos esses 10 anos, com vc amadureci com os momentos difíceis, e sorri com o pé no chão dos alegres, em vc descubro todos os dias como é bom ñ deixar de ser criança, até pq vc ñ deixa...
Obrigada pelo maior presente de todos, a nossa Maria Helena, e o que mais me deixa feliz, é que aconteça o que acontecer eu nunk vou sentir raiva ou desgosto de vc totalmente, pq é só olhar para ela e consigo ser grata a vc por toda a vida que já vivemos e que ainda vamos viver, ñ há como não olhar para ela, e ñ lembrar de vc...
Quero que saibas, que cada dia desses 10 anos ao seu lado valeram muito apena, foram aprendizado constantes durante cada dia, com vc descobri e vivenciei vários estágios do amor, desde o avassalador do início, até a calmaria e segurança dos dias atuais, ñ vou desejar mtos anos daqui para frente, vou desejar apenas que a cada dia, possamos vive-lo como se fosse o último, e da forma mais intensa possível, e isso será o que levaremos por toda a nossa existência...

Te amo muito, e obrigada por existir em nossas vidas...

terça-feira, 19 de junho de 2012

Meu Coração Está de Luto !!!



E aqui estou novamente, e parece que sempre precisando de notícias e fatos nada agradáveis para retornar ao nosso cantinho, porém como me prometi que tudo na vida da Leninha ficaria aqui registrado, tenho essa infeliz missão de registrar mais um ocorrido em nossas vidas, eu já abri o blog várias vezes desde ontem , tentando ensaiar como fazer esse post, o de todos , com certeza o mais difícil de minha vida até agora.
E o sábado 16\06\12 estava muito promissor, São João do ECCC para se realizar, e todos nós numa alegria e entusiasmo que exalava pelo ar, meu Pai tinha voltado de Natal\RN  na sexta, depois de sua cirurgia de catarata que foi considerada um sucesso, e a alegria estava de fato "estampada em seus olhos", e todos nós emocionados com tantos detalhes descritos, já esquecidos por ele, todos estes meramente compartilhados, desde o placar e tempo do jogo de futebol, até os cinco dedinhos da Aninha que ele logo respondeu quando ela perguntou qtos tinham em sua mão levantada. Marquei uma trança para ser feita, e "subi" (moro na msm rua que minha mãe) , para casa deles como de costume, levei a Leninha toda arrumada , para ficar lá enquanto eu me ausentava, e em questão de minutos , todos os meus planos foram brutalmente modificados, estávamos todos em mãe, menos um dos meu irmãos , que tinha viajado para casa de sua sogra, a casa estava cheia, meu sobrinho que acabou de nascer também, enfim , todos na euforia de sempre, e numa questão de segundos nossa alegria foi ofuscada por lágrimas de uma imensa tristeza.
Meu Pai estava sentado vendo televisão, de longe, pq agora ele podia assistir Tv de longe, e minha cunhada amamentando meu sobrinho, e Leninha correndo pela sala, eis que escuto um chamado forte de minha cunhada para pegar a Leninha que queria descer os degraus da sala sozinha, passo correndo e não percebo nada , eis que minha cunhada me chama novamente e me diz: Merciana , seu pai , volte !!, e essa frase está como um eco dentro de minha mente, e eu rapidamente soltei a Leninha e voltei pra ele, peguei sua mão , e apertei, chamei por ele que nada me respondeu, ainda pude sentir um pouquinho de forças em seus dedos, porém o desfalecimento era visível, o ar estava acabando e então logo pensei : Infarto Fulminante !, (ele tinha reclamado de um mal estar , mais tinha dito que estava melhorando depois do remédio, tinha feito uma consulta com um Cardiologista seguido de um eletro que nada registrou, segundo o médico, td estava mto bem e ele estava liberado para a cirurgia simples de catarata.). Meu irmão correu e tentamos reanima-lo sem sucesso, chamamos por socorro , e alguém muito bom, pq sim, ainda existem pessoas boas de coração, e assim levaram ele em busca do Hospital, quando dei por mim, a Leninha estava num cantinho de parede tadinha, tão assustada , que nada dizia, peguei ela no colo, e passei para a sua madrinha , e corri para o Hospital, na triste certeza que meu pai não escaparia de mais essa, e ao chegar minha certeza se confirmou, e ele realmente tinha partido, ali em meus braços que nada pude fazer, apenas sentir uma imensa impotência, e sensação de despedida, que se confirmaria minutos depois.
E vê ele ali, tão quietinho , sem mais nenhuma reação me deixou em estado de choque, como se eu tivesse sido jogada para um pesadelo mto real, mais que eu sabia que iria acabar, mais não acabou, e sim, um filme começa a passar na nossa mente, tantos momentos, tantas lutas, tantas vezes que tivemos certeza que ele partiria, e ele corajosamente nos mostrava que não, que não era aquela hora ainda, a hora chegou agora, não a hora dele nem a nossa, a hora que o nosso Pai maior, escolheu para leva-lo para junto dele, confesso que me revoltei no início, questionei Deus pq o levou agora nesse momento de tanta felicidade, mais ele na sua majestosa sabedoria, foi me mostrando aos poucos o quão bem escolhida essa hora, a primeira certeza é a de que SIM, ele estava MUITO  feliz, ter voltado a enxergar era seu maior desejo no atual momento, e sim, ele não estava sofrendo, sem reconhecer a nós que somos sua família e seus amigos, e finalmente , que sim, sua missão foi cumprida, e ele viveu seus últimos dias da maneira que sempre quis, andando , comendo, tomando banho, tudo isso sozinho, pq o contrário para ele, seria já a própria morte antecipada.
Então Deus, quero te dizer que eu não estou chateada contigo, vc na sua imensa sabedoria nos deu e nos tirou ele na hora certa, o que podemos fazer é somente agradecer, porque mesmo durante todos esses 4 anos de luta , nós tivemos momentos de  muita felicidade, mais até do que todos os anos anteriores, o senhor achou a forma certa de nos unir novamente, e isso foi vivido intensamente durante esses 4 anos de luta, então acredito que a missão de meu Pai foi cumprida, e esses 4 anos serviu para nos redimir de todos os erros, injustiças, e mágoas que puderam existir entre nós, e agora ele foi chamado para junto de ti com a alma leve, de quem perdoou e foi perdoado, ficando apenas as mais belas lembranças de tudo que foi vivido. A saudade está absurdamente grande, entrar em sua casa e não te ver lá, está sendo dolorido demais, mais sei que o senhor providenciará o nosso conforto, e nos trará nossos sorrisos de volta, e muito obrigada por todos os ensinamentos deixados, muitos do seu jeito de ser, mais que com certeza serviu para no que me tornei hoje, olha por nossa mãe que ficou aqui, e nos ajuda a segura-la nesse momento tão difícil de nossas vidas, e te prometo que nunca a deixaremos , nunca deixaremos que ela se sinta só. Fica em paz, junto de nosso amado Deus, e de todos os seus entes querido, para que tão logo possa, se juntem a você, sei que aí não terá mais dor e sofrimento para ser enfrentado, mais sim a leveza de uma vida futura e promissora, Te Amamos...
A Leninha sabe muito bem onde vc está, quando perguntamos onde vovê está? ela levanta o dedinho e responde: no céu, e nessa certeza que estamos nos apegando, que vc está sim num lugar muito melhor que esse...

Merciana Amorim !!!

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Dor Imensa...



E hj estamos em luto por aqui, está se indo nossa guerreira Leona, nossa pequena grande Rotweiller, que sempre esteve conosco em todos os momentos, uma tristeza incalculável tomou conta de mim, saber que ficaremos sem uma parte de nós, me deixou extremamente abalada, porém tenho a certeza que o que estava a nosso alcance foi feito, muitos esforços, muitas dedicações, muitas orações, vê-la nesse sofrimento não seria suportável, só me resta agradecer pelos bons, divertidos e até estressantes momentos que vivemos, desde o dia em que te trouxe naquela caixinha morrendo de medo e se tremendo toda, até hj, mesmo estando totalmente debilitada, prometi assim que te vi que cuidaria de vc até os últimos momentos, e tenho consciência que enquanto pude fiz isso, não só eu mais uma família inteira que te amou até os últimos instantes...

Sei que seu sofrimento terá fim, e é nisso que busco o conforto para a tamanha dor que estamos sentindo, saiba que deixarás uma saudade imensa em todos nós, quero pedir desculpas se falhei contigo alguma vez, com certeza não foi a intenção, hj vejo que poderíamos até ter aproveitado mais, porém, fico com a certeza que cada momento foi vivido intensamente e isso é o que importa...
Vai em paz minha Leoninha, saiba que será insubistituível para todos nós, meu muito obrigada aqui aos que nos ajudaram e muito nesses momentos finais Shirley Araújo Vale Vale, Jefferson Ricardo Rocha Costa (que com certeza tbm fez ao que estava ao seu alcance, e sempre lutou e cuidou muito bem dela desde sempre), e claro ao meu irmão Maciano Vale, que foi figura essencial desde que ela esteve aos seus cuidados, te agradeço demais pela paciência e dedicação pela nossa guerreira, nosso Adeus cheio de saudades a quem foi e sempre será membro de nossa família Leona Vale de Amorim.

Segue video das duas juntas, a caça incansável da Leninha atrás da Leona (direito a lambida na cara )

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Socializando A Pequena...

AINDA NO CAMINHO


COM A VOVÓ LURDINHA
Desde que nos mudamos para perto da minha mãe, e desde que comecei a trabalhar novamente, que a Leninha convive meio que intensamente mais com o pessoal do meu "lado" do que do lado de Flávio, e isso foi se arrastando até hoje, claro que convivemos com o pessoal da casa de Flávio, mais não tão intensamente, eis que sempre soubemos que a vovó Lurdinha (mãe de Flávio) , trabalha em uma creche Municipal, e sempre falou muito bem, e que gosta muito de lá, e eu sempre na brincadeira disse que qualquer dia deixaria a Leninha lá com as outras crianças, para saber como seria a reação dela.
Então minha mami precisou viajar, e agora, com quem ficaria a Leninha ?, não que não tivesse várias "ofertas", porém decidimos ir no "novo", deixa-la com a vovó na creche, então decidido, eu quase não dormi, acordei muito cedo para organizar a "bagagem" para levar. Acordamos e começamos os preparativos que por sinal saiu muito do atrazado, enquanto íamos no caminho eu nem sabia o que  fazia primeiro , se rezava , se ia conversando com ela, se ficava lembrando das recomendações para dar, enfim , o novo sempre assusta, e se tratando de filho então, nem se fala.
Chegamos no destino, e a Leninha quando viu os outros nenens, foi logo dando os braços para a vovó, porém assim que adentrou e percebeu que não fomos com ela, começou a reclamação, fomos deixa-la na sala, lá tudo é muito simples e humilde, porém sei que nas mãos de outra pessoa não entregaria ela, e com a vovó estava sim, muito bem cuidada, saímos com o coração apertado, leia-se "eu saí" , mozinho muito bem tranquilo, e eu já  com minha gastrite nervosa atacando, liguei umas 10x e nada da minha sogra atender, pensei tudo que de mais terrível existe na terra, pedi até uma colega de trabalho para ir espionar lá, sim, eu fiz isso,(vergonha), porém o resultado foi imediato e minha sogra ligou, dizendo que ela tinha chorado um pouquinho, mais tava td bem, tinha comido e tudo mais , mais a manhã parece que triplicou de horas, quase não chegava a hora de vê-la, e ela tava lá toda nem aí, almoçamos e voltamos para casa, ela caindo de sono, e eu aliviada, dormiu a tarde toda com o papai e eu fui trabalhar mais aliviada.
A vovó disse que ela se comportou até bem para 1º dia, não chorou o tempo todo, comeu e até brincou com os outros nenens, e o que mais importa não "arengou" com as outras crianças, então estamos assim, até a outra vovó chegar, e por uma parte eu estou achando muito boa essa experiência por mais que seja provisória,mais já considero um bom teste.
Hoje 2º dia ela já se comportou melhor que ontem, e espero que amanhã mais ainda, segue algumas fotinhas feitas lá no primeiro dia:

SE AMOSTRANDO

FAZENDO AMIZADE
E foi assim nossa primeira experiência de socialização da nossa pequena, mata de orgulho essa  minha filha !!!

Merciana Amorim !!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...